sábado, 22 de agosto de 2015

SÃO BERNARDO DO CAMPO

São Bernardo monta posto para fornecedores das Forças Armadas

Ministério da Defesa atende pedido da Prefeitura e autoriza instalação de centro de catalogação no Paço Municipal objetivando facilitar acesso de potenciais fornecedores



São Bernardo do Campo dá mais um passo para inserir as empresas da região na cadeia de fornecimento da área de defesa. O Ministério da Defesa atendeu a pedido da Secretaria de Desenvolvimento Econômico Trabalho e Turismo (SDET) do município, feito há dois anos, para instalar no Paço Municipal uma AgCat-C (Agência de Catalogação Complementar) para prestar serviços a potenciais fornecedores das Forças Armadas. A inauguração do posto está prevista para o segundo semestre de 2015.

Representantes do Ministério da Defesa, o coronel Nelson Kenji, gerente do Centro de Catalogação das Forças Armadas (Cecafa), e o capitão de Fragata Luiz Gomes de Oliveira, também chefe de catalogação do Cecafa, entregaram ao secretário da SDET Jefferson José da Conceição minuta com orientação normativa referente às instalações da AgCat-C.
"Trata-se de um reconhecimento estratégico e que inseriu a região na geografia da indústria de defesa", disse Jefferson.
A AgCat-C é empresa privada responsável pela compilação dos dados técnicos, além de fazer o cadastro e qualificar produtos e serviços para fazer parte de uma catalogação sob responsabilidade do Cecafa.

Para o coronel Nelson Kenji, São Bernardo já um é polo da indústria de defesa. Os olhares se voltaram para a região desde que a presidente Dilma Roussef anunciou, em 2013, a escolha do modelo Gripen, da sueca Saab, para renovação da Força Aérea Brasileira (FAB) e que veio com o anúncio da instalação de uma fábrica em São Bernardo para produção de partes dos componentes dos caças.

A atual gestão municipal se destaca no esforço regional para adensamento da cadeia produtiva de defesa. Entre as várias ações, foram realizados workshops com as Forças Armadas, empresários e instituições de ensino; inauguração do Centro de Pesquisa e Inovação Sueco-Brasileiro (CISB); viagens do prefeito Luiz Marinho e o secretário Jefferson à Suécia, articulações do Arranjo Produtivo Local (APL) de Defesa, entre outras. "Com a escolha do Gripen é importante que esta atividade (de catalogação) esteja no local onde está sendo feita parte da aeronave", explicou o coronel Kenji.

AGÊNCIA - A catalogação é um conjunto de tarefas, normas e levantamento de dados técnicos para identificação e organização de informações sobre produtos e serviços. É o primeiro passo de uma empresa para se tornar fornecedora das Forças Armadas e ter seus produtos incluídos no Sistema OTAN de Catalogação, concebido para proporcionar aos países signatários da Organização do Tratado do Atlântico Norte uma maneira padronizada para identificar, classificar e codificar itens de suprimento para a indústria de Defesa.
Além de São Bernardo, a AgCat-C terá um posto na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), na Embraer e na Avibrás.

FONTE ABC DO ABC

Nenhum comentário:

Postar um comentário